logo

REACH us

CONTACTE-NOS

O sistema Safety Score Permit (SSP) é uma ferramenta inovadora na vanguarda das melhores práticas. Centra-se no comportamento – atos seguros e inseguros - e baseia-se num sistema de pontos. Isto permite-lhe monitorizar o desempenho individual e incentivar a proatividade e/ou a melhoria de comportamentos.

Duração do Projeto
1 Out 2018 - 31 Ago 2020
Project management page

A implementação DO PROJETO VISA CONTRUBUIR PARA:

1

O SSP apoia os sistemas de gestão na sua progressão e adapta-se aos níveis de segurança de excelência;

2

O foco incide sobre os sucessos e eventos positivos alcançados (Segurança II), promovendo comportamentos seguros;

3

Apoia na identificação de causas aos desvios e comportamentos inseguros (Segurança I) incentivando a sua correção, num processo de melhoria contínua.

SCOPE & deliverables

O que é o ssp?

O SSP (Safety Score Permit) é uma ferramenta com foco no comportamento.
Foi desenvolvido no âmbito de um projeto Portugal2020, promovido pela Qualiseg e pretende contribuir significativamente para:
  • Reduzir a  frequência e gravidade dos acidentes de trabalho e doenças profissionais
  • E melhorar a cultura de segurança das organizações

Funciona com base no seguinte sistema de pontos, composto por dois caminhos - bonificação e penalização:

Este sistema permite:

  • Adaptar-se aos diferentes níveis de maturidade em Segurança (Segurança I e II)*1, visando atingir o nível de excelência
  • Acompanhar o desempenho individual e coletivo dos colaboradores de todos os níveis hierárquicos;
  • Monitorizar a eficácia do Sistema SST em tempo real - influenciando favoravelmente a produtividade, motivação e saúde de todos os colaboradores;
  • Reduzir a gravidade dos acidentes e problemas de saúde associados ao trabalho.

    *1 O SSP foca-se nos eventos positivos alcançados (Segurança II), mas contempla, identifica e analisa as causas das situações menos favoráveis (Segurança I)

O que motivou o desenvolvimento do ssp?

1- Os índices de sinistralidade continuarem a ser preocupantes

Em 2017, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) estimou que existiram cerca de:

  • 340 milhões de acidentes de trabalho;
  • 160 milhões de vítimas de doenças relacionadas com o trabalho;
  • E 2,3 milhões de mortes por ano em todo o mundo, o que corresponde a mais de 6000 mortes por dia.

2- A evolução pouco significativa em matéria de segurança nas empresas

Nos 25 anos de experiência da Qualiseg observou-se que não existe uma evolução significativa em matéria de segurança nas empresas onde a equipa tem prestado serviços de SST.

O mesmo é válido para muitas outras empresas. Basta que se observem os índices de sinistralidade nacionais e internacionais relativos aos acidentes de trabalho. 

Nos últimos tempos verificou-se uma tendência geral para a diminuição dos acidentes de trabalho mortais. Contudo, os não-mortais, menos graves mas bastante mais frequentes, apresentam uma tendência estável. Tendência essa que se faz acompanhar de um ligeiro aumento nos últimos anos, conforme ilustram os dados divulgados pelo PorData.

3- A oportunidade promovida pelo Programa INTERFACE.

O programa tinha como objetivo promover a ligação entre empresas e instituições do ensino superior para:

  • Impulsionar a produção portuguesa por via de tecnologia e inovação;
  • E criar valor no mundo empresarial.

Neste contexto criou-se a ferramenta SSP (Safety Score Permit ou Carta de Segurança Industrial por Pontos). O sistema que pretende contrariar a tendência de estagnação do passado recente, orientando a segurança para reduzir os acidentes de trabalho de forma sustentada. 

Para desenvolver a ferramenta foi necessário equacionar abordagens mais ajustadas à realidade do mercado laboral e alinhadas com o pensamento da sociedade.

Para desenvolver o modelo conceptual foram usadas as seguintes abordagens:

  1. Carta por pontos associada à Segurança Rodoviária
  2. Metodologia Behavior Based Safety (BBS)
  3. Requisitos da ISO 45001 (Norma relacionada com os Sistemas de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacionais.)

Metodologia e critérios do SSP

Segurança por Pontos SSP assenta em três conceitos base:

  • A segurança comportamental
  • O sistema de scorecards
  • E carta de condução por pontos

Juntos, estes fundamentos permitem a avaliação direta dos comportamentos, recorrendo à metodologia BBS (behaviour based safety) e os requisitos de implementação da ISO 45001 (Sistemas de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacionais).

O Modelo ABC, base do BBS, é também uma das bases da nossa solução

Para implementar uma cultura de Segurança consistente e sustentável é necessário desenvolver estratégias que criem e sustentem uma cultura robusta. Para tal, é necessário identificar as debilidades existentes, pois  a sua identificação permite:

  1. Reduzir custos de absentismo devido a acidentes;
  2. Melhorar o ambiente de trabalho;
  3. E, consequentemente, aumentar a competitividade e produtividade das empresas.

Por todas estas razões, o sistema SSP baseia-se na identificação e análise de atos inseguros e respetiva classificação. Processo que permite a medição do desempenho individual e coletivo dos colaboradores, em toda a extensão hierárquica.

A identificação e classificação dos atos inseguros é feita através de um processo de observação de comportamentos em segurança. Processo que, além de identificar os atos inseguros, permite classificá-los como erros ou violações consoante a gravidade.

O SSP pressupõe a atribuição de um cartão virtual com 12 pontos, num máximo de 20 atingíveis. O cartão é entregue a todos os trabalhadores da organização, independentemente da função e cargo ocupados.

Existem duas tipologias de pontos, consoante o tipo de comportamentos observados:

  • Bonificação - Para atos pró-ativos e processos de reporte e/ou sugestões válidas;
  • Penalização - Quando são observados comportamentos inseguros, classificados como violação/infração.

Dentro das penalizações, os atos inseguros são classificados como erros ou violações, conforme ilustrado na figura 9. Todos os desvios são tratadas. Este tipo de atos suportam os dados e evidenciam as fragilidades dos sistemas e práticas existentes nas organizações. Contudo, apenas as violações são alvo de penalização. Esta abordagem desempenha um importante papel na melhoria da perceção de risco uma vez que:

  1. Encoraja comportamentos seguros e pró-ativos;
  2. Reforça a gestão de Segurança e Saúde no trabalho (SST).

A ferramenta encontra-se suportada por uma aplicação TI que permite:

  • Inserir a informação por trabalhador - tanto para comportamentos pró-ativos como de reporte e sugestões, que serão alvo de validação;
  • Atos inseguros considerados como infração (alvo de penalização - perda de pontos);
  • Classificar as infrações em termos de nível de gravidade;
  • Gerir todo o sistema de pontos associado.

Para agrupar e identificar os atos com principais desvios, as penalizações são organizadas em classes e subclasses. Podendo as últimas adequar-se ao tipo de processos, requisitos e nível do risco existentes nas organizações. De forma a permitir a adequação à realidade de cada empresa, as subclasses serão definidas para cada caso, de acordo com a especificidade existente em cada empresa.  

O número de pontos a subtrair depende da gravidade associada ao tipo de infração observada. Existem 3 níveis de gravidade: leve, grave e muito grave.

Complementarmente, o sistema tem ainda associada uma árvore de decisão. Recurso que ajuda a classificar infrações como erros ou violações e a atribuir responsabilidades. Podendo estas pertencer tanto ao trabalhador como a outras hierarquias, caso se verifique influência ou permissividade nas práticas observadas.

A implementação piloto do SSP em empresas de grande e média dimensão comprovou que o sistema:

  • Tem potencial para complementar as ferramentas e sistemas instituídos, com vista à melhoria contínua em SST;
  • Pode ser uma ferramenta útil em matéria de monitorização. Nomeadamente, no desempenho SST dos colaboradores e identificação de fragilidades dos processos existentes.

as VANTAGENS Deste SISTEMA

 O SSP é gerido numa plataforma tecnológica digital capaz de monitorizar o desempenho em matéria de SST. Esta solução possibilita a medição de desempenho individual e coletivo e permite às empresas, ter uma visão (global e/ou particular) do desempenho em Segurança.

A ferramenta SSP, como sistema de acompanhamento e medição de desempenho individual e coletivo, representa um sistema de suporte. Apoia na identificação dos principais desvios e debilidades do sistema, estimulando a participação ativa dos trabalhadores. 

Vantagens da Carta de Segurança por Pontos:

  • Alerta para comportamentos não seguros
  • Apoia sistemas de bonificação e incentivos existentes
  • Permite navegação com dados em tempo real
  • Monitoriza os incumprimentos verificados em termos de segurança
  • Emite sinais de alerta para os desvios que ocorrem
  • Reforça a priorização de ações de melhoria
  • Ajuda na avaliação de projetos de melhoria
  • Apoia na implementação de estratégias e políticas relativas à área de SST
  • Impulsiona a motivação dos colaboradores envolvidos
  • Suporta a transição para a ISO 45001

RECONHECIMENTO E PREMIAÇÃO

 A ferramenta SSP (Safety Score Permit) foi reconhecida como o melhor produto/serviço no 63º Congresso Europeu de Qualidade, em Outubro de 2019. 

O projeto ganhou destaque pelo cariz inovador e incentivo a um trabalho mais seguro e focado em  comportamentos. Um modelo que  visa diminuir a sinistralidade de forma sustentada e atingir ZERO incidentes.

No dia 11 de outubro de 2020, foi promovido um evento de apresentação da ferramenta SSP, com a colaboração da APQ,  onde o projeto mereceu críticas positivas. Entre elas destacam-se a apreciação feita por parte da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT). De acordo com os presentes, o SSP superou as expectativas e mostrou ser uma ferramenta promissora. Surgiram também manifestações de interesse na sua implementação.

A ferramenta de suporte SSP-IT

A ferramenta de TI SSP permite a introdução de informação em tempo real e possibilidades de acompanhamento em tempo real. Este acompanhamento pode ser feito quer por parte dos trabalhadores, quer por parte dos gestores/equipa SST, dependendo das permissões de administração que forem concedidas.

De seguida apresentam-se alguns menus de visualização:

A- Visualização por parte de cada trabalhador:

Permite observar todo o seu processo - número de pontos, dias sem cometer infrações, sugestões e, caso já tenha tido, algum tipo de sanção. Permite ainda ver o tipo de infração cometida, descrição e gravidade associada.

Na mesma página existe também informação relativa ao ganho de pontos por sugestões e/ou outras que sejam definidas e, qual em que ponto se encontram (validadas vs em avaliação).

B- Visualização por parte da Gestão

Por parte da gestão é possível a visualização por trabalhador, de todos os trabalhadores ou de grupos específicos de trabalhadores, consoante o nível de permissão que exista para consulta e gestão de informação.

Podendo aceder a todos os processos e permitindo também ver o número de informação por classe. Da mesma forma, tem acesso à parte das sugestões e/ou outras iniciativas que confiram pontos e permitam saber em que ponto se encontram os processos. Nota: Os exemplos acima apresentados representam alguns dos exemplos de visualização que o sistema de IT comporta.

FAQs

What do I need to implement The SSP in my organization?
To get the most out of the tool, there must be a process of behavioral observations – safe and unsafe acts implemented. To do this, a group of observers needs to be formed-up, preferably using the BBS methodology. This action will make it possible to identify the root causes and investigate responsibilities if these are found to be infringements. We will be able to help you in this process

Is the SSP an essentially penalizing tool?
No. The SSP aims to be a tool to encourage good practices and correct deviations, which allows the identification and minimization of weaknesses in existing processes and practices. All to enhance the knowledge and safe acts of workers.
On the other hand, it is intended to encourage workers to be participate proactively and to ensure their own safety and influence positively that of colleagues. They can do this by various means, including support and collaboration, actions or suggestions for improvement relating to working conditions, or how they are managed.

Are all unsafe acts penalized?
No. Most unsafe acts are associated with errors. In the following figure you can observe the process of analysis and classification that supports the decision of classification between errors and infractions.

What kind of bonuses/prizes do you get when you reach the maximum score (20 points)?
The bonuses and the point-making process will be aligned with human resources policies and the SST system in place in the organization. With regard to the prize, the idea is to reward workers in a non-cash way. Starting, for example, by its distinction in terms of communication channels as newsletters. Another example would be to announce workers who reach the level of excellence. Then, complement this distinction with initiatives such as: a dinner with the CEO, a paid weekend or group dynamics abroad. The type of subsidy applied will depend on what is valued by workers and the possibilities in each case.

Are there consequences when 0 points are reached? What?
The establishment of the consequences will be aligned with the policies and processes of human resources in force. The idea is that there is a process of reflection, such as the dispensation of a day with reintegration meeting and analysis with action plan. This analysis examines the motivations for doing safely, as well as what the worker does to perform his work better, in a safe way. After that, you can provide a 2nd card by reintegrating and following the normal evaluation process. If the employee reaches the 0 points again, there may be a process of dismissal, or others of a different nature.

Mais informações

 Para obter mais informações envie-nos pfv um e-mail para:

mkt@grupoqualiseg.com

Estamos disponíveis para esclarecimentos adicionais e lhe apresentar a ferramenta mais detalhadamente.

Faremos o nosso melhor para atender prontamente o seu pedido.

DOCUMENTOS PÚBLICOS

Repositório público relacionado com o projecto SSP:
 

Instrumentos financeiros

pt-PT
©Qualiseg 2022. Todos os direitos reservados
lockcrossmenuchevron-downchevron-leftchevron-rightarrow-right